Histórico do Atleta Buiquense, Marcílio Tavares

Histórico do Atleta Buiquense, Marcílio Tavares

Por: Prof. Jandilson

Um pouco da história de mais um desportista Buiquense que fez e faz história no nosso futebol. Mais um guerreiro que assim como muitos garotos, sonhou um dia brilhar como jogador profissional vestir a camisa de clubes grandes, porém nem sempre acontece do jeito que queremos e hoje vamos falar dele Marcílio da Cooperativa ou de seu Floro como muitos o chamam, contribuiu muito para o desenvolvimento esportivo de nosso município.

Segundo Marcílio, seu primeiro professor foi Paçoca, que tinha uma escolinha em que o mesmo começou a jogar com 11 anos e com isso foi desenvolvendo os fundamentos básicos do futsal, em seguida foi estudar em Arcoverde para representar a escola Tico Teco (hoje Objetiva de Arcoverde), ele começou a ser destaque nas competições escolares e como não seria diferente despertou o interesse de grandes treinadores da região.

Porém, o mesmo vem para a Escola Vigário João Inácio de Buíque com 14 anos de idade para representar aquela instituição em jogos escolares sendo várias vezes campeão municipal, nessa época Marcílio já estava mais desenvolvido até que chega o grande convite que muitos alunos/atletas que disputavam os jogos escolares sonhavam, que era vestir e estudar no Colégio Diocesano Cardeal de Arcoverde, convite feito pelo renomado técnico Jaílson Maciel, onde jogou por 2 anos ganhando vários títulos, Municipal, Regional, Nordestão, disputou o Pernambucano e Escolares. Ainda nesse mesmo ano ele fez a transição entre campo e futsal, foi jogar no Cultural de Buíque sendo campeão regional e municipal, onde o mesmo tem uma marca incrível de 36 gols no municipal de Buíque até agora ninguém quebrou essa marca, jogou no rival da Cultural, o Leão XIII de Buíque, onde conquistou mais títulos chegando a ganhar o prêmio “Melhores do Ano” do Blogueiro Adauto Nilo.

Marcílio nos informou que Dr. Vanaldo o viu jogando e o levou para o Náutico do Recife, conseguiu se firmar nos juniores por um ano, disputando grandes competições haja vista já estava realizando um pouco do sonho que era vestir uma grande camisa, porém com a saída do técnico de base do Náutico os jogadores foram dispensados, porém o mesmo foi chamado para o grande rival o Sport Clube do Recife, apesar da pouco estatura já se firmava entre os juniores das principais equipes do cenário brasileiro de Futebol, onde foi vice Campeão Pernambucano em 2002/2003 vestindo a camisa do Sport Club, em seguida foi jogar no Ferroviário do Recife em 2004 disputando a Copa Pernambuco de futebol.

Depois veio jogar a Copa do Interior por Sertânia, 2004/2005, em seguida começou a cursar Educação Física, onde em 2014 conseguiu montar uma grande equipe de Futsal em Buíque para disputarem a Copa TV Asa Branca, com jogadores renomados da região e de Buíque, uma comissão técnica experiente acostumada com grandes decisões e não deu outra, Buíque sagra-se Campeão da TV Asa Branca de 2014, Buíque e Marcílio entram na história do Futsal pernambucano.

Fonte: Informativo Diverso

Sobre o autor

Escritor e poeta comprometido com a disseminação da cultura e da arte nordestina.

Artigos Relacionados

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Traduzir »