Cronologia Cyl Gallindo

CRONOLOGIA DE CÍCERO AMORIM GALLINDO

– CYL GALLINDO –

1935


  • 28 de Maio: Nasce Cyl Gallindo em Buíque, estado de Pernambuco, às 5:00h da manhã. Seus pais: João Torres Gallindo e Maria Cursino Amorim Gallindo, ele ourives/agricultor, ela doméstica. Foi o 6º, de 13 filhos.

1942


  • Inicia seus estudos primários com a centenária D. Dodoce. Depois no Grupo Escolar Duque de Caxias, faz até o 3º ano primário, o maior grau que a cidade oferecia, naquela época. Sem compreender direito, sentiu os efeitos da II Guerra Mundial, e planejando um ataque contra os alemães, para forçar o fim do conflito. Não tem nada guardado, mas acredita que ao aprender as primeiras letras fez seus primeiros poemas os quais eram lidos pelo Promotor Geraldo Valença, pelo Seminarista José Cursino (Dequinha) e pelo seus avô Paigué – Miguel Pinto do Amorim, três figuras marcantes na sua infância.

1948


  • É admitido pela Prefeitura Municipal, para trabalhar nos jardins públicos.

1935


  • Vai para Paulo Afonso-BA, trabalhar na mercearia do irmão de um dos seus cunhados. Conheceu o canteiro de obras da Usina Hidroelétrica. Andou pelo Sertão.

1951


  • Volta de Paulo Afonso-BA. Seus pais autorizam sua ida para o Recife, morar com o irmão. Na véspera da viagem, soube que ia ser pai. Inicia o curso ginasial, no Colégio Moderno.
  • 13 de Novembro: Nasce seu primeiro filho, Rinaldo Gallindo, fruto da relação com Maria de Lourdes Coelho (Buíque).
  • Participou das Coletâneas LETRAS. Org. de ELIANE ZAGURY.

1953/58


  • Trabalha na Base Aérea do Recife.

1958


  • 09 de Março: Muda-se para o Rio de Janeiro. Trabalha num Banco e cursa Contabilidade, na Escola Técnica do Comércio Cândido Mendes.
  • Envolve-se nos movimentos estudantis de orientação socialista, inicialmente através da UBES, depois na UME, onde colabora com o jornal O Metropolitano e com o Serviço Social, na seleção de estudantes para o restaurante Calabouço e também na UNE, para eleição do Presidente Aldo Arantes.
  • Ouviu o pronunciamento de Fidel Castro na Esplanada dos Castelos.
  • Filia-se ao PTB e trabalha na campanha de Paulo Alberto )o hoje famoso Senador Artur da Távola) / Brizola.
  • Participa do comitê do Marechal Teixeira Lott, no Largo da Glória, o qual, após as eleições transforma-o numa Casa de Estudantes, com o que teve de enfrentar, na qualidade de Secretário, por diversas vezes a polícia do Governador Carlos Lacerda, que ia “desalojar aquele antro de marginais”. Pretensões derrotadas pelo Ministro Abelardo Jurema, com interferência do Deputado Paulo Alberto, que conseguiam tropas do Exército para proteção da Casa.
  • Abriga refugiados da República Dominicana.
  • Muda-se para a Casa dos Estudantes do Brasil, onde conhece a poetisa Anna Amélia Queiroz Carneiro de Mendonça, por quem é levado para declamar em muitos momentos lítero-musicais; e que lhe apresentou os escritores Luiz Forjais Trigueiro, de Portugal e Óscar Ribas, de Angola, com quem manteve correspondência.
  • Exerce grande liderança no Restaurante do Calabouço, que muitas vezes teve de enfrentar a polícia do Ministro Armando Falcão/
  • Participa do cerramento das portas da Faculdade Nacional de Filosofia, onde fez o curso pré-vestibular, proibindo a entrada do Governador Carlos Lacerda.
  • Durante a vigília no interior da FNFi escreve o poema “O Corvo” que é publicado no jornal Novos Rumos. Este é o primeiro trabalho publicado na imprensa.
  • Conhece o poeta Manuel Bandeira, com, quem convive muito tempo com singular intimidade, e de quem tem hoje algumas cartas;
  • Conhece o poeta Joaquim Cardozo, os escritores Joaquim Inojosa e Luiz Luna e suas família, Lea e Maria Elisa, de quem se torna amigo.

1963


  • 10 de Janeiro: Recebeu o Título de TÉCNICO EM CONTABILIDADE, pela Escola Técnica de Comércio Cândido Mendes, da Academia de Comércio do Rio de Janeiro, tendo concluído o ano letivo de 1962.

1964


  • 01 de Abril: Com o Golpe Militar, temendo repressão, já que a imprensa está publicando o nome dos comunistas que moravam na Casa do Estudante do Brasil, fica vagando até que é levado pelo seu amigo Benito Visgueiro Montenegro, para a casa de um operário na Zona Norte e daí vai para a casa do Major do Exército, José Rocha, pais do seu amigo e colega de faculdade Acir Ferreira Rocha, que o abriga por mais de 40 dias, após o que voltar para o Nordeste.
  • De 31 de Agosto a 04 de Setembro: Recebeu o Certificado de participação no Seminário sobre o ROMANCE PORTUGUÊS CONTEMPORÂNEO, organizado pela Faculdade de Filosofia de Pernambuco e realizado no Instituto de Estudos Portugueses.
  • De 12 a 21 de Outubro: Frequentou o Curso de LÍNGUA PORTUGUESA, promovido pelo Diretório Acadêmico da Faculdade de Filosofia de Pernambuco.
  • De 16 a 23 de Novembro: Frequentou o Curso de 1º CICLO DE ESTUDOS SOCIOLÓGICOS, promovido pelo Diretório Acadêmico da Faculdade de Filosofia de Pernambuco.

1965


  • É aprovado no vestibular de Ciências Sociais Fafipe / UFPE, onde ensaia alguns movimentos políticos, mas teme a repressão e compreende que 64 não terá retorno fácil. Dedica-se aos estudos e esquece a política.
  • Conhece Gilberto Freyre, que atendendo pedido oral de Manuel Bandeira o emprega no Instituto Joaquim Nabuco de Pesquisas Sociais, aí conhece Mauro Mota, mais Arnaldo Tobias, e Sérgio Moacir de Albuquerque, (fortes membros da geração 65) e vai trabalhar com Sílvio Rabelo, com quem briga e, por isso, abandona o emprego.
  • Ladjane Bandeira publica seus primeiro poema no Jornal do Commercio.
  • Começa trabalhando no Jornal do Commercio sem registro e interrompe; mas continua como colaborador dos Suplementos Literários do J.C. e do Diário de Pernambuco.
  • De 19 de Fevereiro a 10 de Março: Frequentou o Curso de GENÉTICA HUMANA APLICADA A ANTROPOLOGIA FÍSICA, promovido pelo Diretório Acadêmico da Faculdade de Filosofia de Pernambuco.
  • De 06 a 30 de Julho: Frequentou o Curso de REVOLUÇÕES PERNAMBUCANAS, promovido pelo Diretório Acadêmico da Faculdade de Filosofia de Pernambuco.

1966


  • É aprovado no concurso público para a Sudene, onde inicia a 1º-09.
  • De Julho a Agosto: Frequentou o Curso de CULTURA POPULAR NO BRASIL, promovido pelo Instituto Joaquim Nabuco de Pesquisas Sociais, e ministrado pelo Prof. LUÍS DA CÂMARA CASCUDO.
  • De 17 a 21 de Outubro: Frequentou o Curso de PSICOLOGIA SOCIAL, promovido pelo Diretório Acadêmico da Faculdade de Filosofia de Pernambuco.

1967


  • De 26 de Janeiro a 28 de Fevereiro: Frequentou o Curso de PSICOLOGIA SOCIAL, promovido pelo Diretório Acadêmico da Faculdade de Filosofia da Universidade Federal de Pernambuco.
  • 03 de Junho de 1967 a 30 de Abril de 1968: Frequentou o Curso de TÉCNICA DE ANÁLISE LITERÁRIA E GRAMÁTICA DA LÍNGUA PORTUGUESA, COM APROVEITAMENTO, promovido pelo Diretório Acadêmico da Faculdade de Filosofia da Universidade Federal de Pernambuco.

1968


  • De 05 de Janeiro a 25 de Março: Frequentou o Curso de PLANEJAMENTO E ANÁLISE DE PESQUISA, promovido pelo Diretório Acadêmico da Faculdade de Filosofia da Universidade Federal de Pernambuco.
  • De 12 a 22 de Fevereiro: Recebeu o Certificado de Participação no Programa de Treinamento SEMINÁRIO DE TÉCNICAS DE RELAÇÕES HUMANAS, organizado pela Diretoria de Pessoal da Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste – SUDENE.
  • De 18 de Maio a 22 de Junho: Frequentou o Curso de TÉCNICA E MÉTODO DE PESQUISA E SOCIOLOGIA MODERNA, promovido pelo Instituto de Filosofia e Ciências Humanas da UFP.
  • De 03 de Junho a 03 de Julho: Frequentou o Curso de LINGUAGEM E COMUNICAÇÃO NA SOCIEDADE MODERNA, promovido pelo Diretório Acadêmico da Faculdade de Filosofia da Universidade Federal de Pernambuco.
  • De 01 a 31 de Outubro: Frequentou o Curso de INVESTIGAÇÃO SOCIOLÓGICA DA INFORMAÇÃO, promovido pelo Diretório Acadêmico da Faculdade de Filosofia da Universidade Federal de Pernambuco.
  • Publica o livro AGENDA POÉTICA DO RECIFE – Antologia dos Novíssimos, contendo 10 poetas e 10 desenhistas, daquela que foi chamada mais tarde de Geração 65.
  • Participa da Coletânea PRESENÇA POÉTICA DO RECIFE. Org. de EDILBERTO COUTINHO;

1970


  • 05 de Maio: Recebeu o Certificado de participação no PROJETO RONDON – V, em Benjamin Constant, como Bacharel em Ciências Sociais e Chefe da Equipe, onde prestou relevantes serviços a Integração Nacional.
  • De 06 a 09 de Agosto: Frequentou o II SEMINÁRIO REGIONAL DO PROJETO RONDON NO NORDESTE, em Aracaju-SE, organizado pelo Ministério do Interior.

1971


  • Publica A CONSERVAÇÃO DO GRITO-GESTO, poesias – pela Imprensa Universitária UFPE, sob a direção de Esmaragdo Marroquim e ganha o Prêmio de Poesias da Academia Pernambucana de Letras.
  • De 08 a 13 de Março: Participou do I CURSO DE DESENVOLVIMENTO AGROINDUSTRIAL DO NORDESTE, organizado pelo Ministério do Interior.

1972


  • Participa do recém-criado Conselho Municipal de Cultura, da Prefeitura Municipal do Recife, administração Augusto Lucena.
  • 10 de Outubro: Recebe o Prêmio OTHON BEZERRA DE MELLO, da Academia Pernambucana de Letras (APL), com a Obra: A CONSERVAÇÃO DO GRITO-GESTO.

1973


  • 24 de Maio: Nasce seu segundo filho, Pablo Marcyl Bruyns Gallindo, o primeiro da relação com Marinne Bruyns (Holanda).

1974


  • Viaja a cinco países da Europa e, na Holanda, censura a direção do Koninkleijk Instituut voor de Tropen por não encontrar nem o nome do Brasil, naquela Instituição, resultando no envio de dois técnicos ao nosso país, e ampliação do acervo do Museu Tropical com 408 peças do Brasil, todas descritas, embaladas enviadas por C.G. e, dois anos depois, inauguradas pela Rainha Juliana.
  • Publica AS GALINHAS DO CORONEL.
  • De 19 a 23 de Junho: Participou do XV CONGRESSO NACIONAL OS JORNALISTAS PROFISSIONAIS, realizado na cidade do Recife-PE.
  • De Outubro a Novembro: Frequentou o Curso de LÍNGUA PORTUGUESA, promovido pela Academia Pernambucana de Letras.

1975


  • De 02 a 06 de Junho: Participou do Curso SEMINÁRIO SOBRE THOMAS MANN, promovido pelo Instituto de Letras da UFPE, na qualidade de Seminarista.
  • De 12 a 15 de Junho: Participou do I ENCONTRO INTERNACIONAL DE JORNALISMO E COMUNICAÇÃO, na cidade do Recife-PE, evento patrocinado pelo Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Recife, Universidade Católica de Pernambuco (Departamento de Comunicação), e Federação Nacional dos Jornalistas Profissionais, contanto ainda com a colaboração do Consulado dos Estados Unidos.

1976


  • Em companhia do DR. HANS DE MAREZ OYENS, reuniu e catalogou 408 peças, de vários estados brasileiros (Museu Tropical, do Instituto Real dos Trópicos, em Amsterdã – Nederland) cujo setor foi inaugurado pela rainha Juliana.
  • De 20 a 23 de Maio: Participou do II ENCONTRO INTERNACIONAL DE JORNALISMO E COMUNICAÇÃO, na cidade do Recife-PE, evento patrocinado pelo Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Recife, Universidade Católica de Pernambuco (Departamento de Comunicação), e Federação Nacional dos Jornalistas Profissionais, contanto ainda com a colaboração do Consulado dos Estados Unidos.

1977


  • 24 de Junho: Nasce seu terceiro filho, Guajassy Bruyns Gallindo, o segundo da relação com Marinne Bruyns (Holanda).

1978


  • Sai O URBANISMO NA LITERATURA – Contistas de Pernambuco Antologia – Editora Livros do Mundo Inteiro – Rio.
  • Participa da Coletânea PRISMAL. Org. de REGINA IGEL.
  • 21 de Maio: Recebe o Certificado de MENÇÃO HONROSA no Concurso do 3º PRÊMIO NOVA FRIBURGO DE LITERATURA, com a Obra: UM MORTO COBERTO DE RAZÃO.

1979


  • Participou da fundação da COOPERATIVA DOS JORNALISTAS DE PERNAMBUCO – COOJORNAPE – sendo eleito Membro do Conselho de Administração (mandato de 3 anos).
  • Tem o conto O CASAMENTO DE TIA LOTINHA publicado pela UNIVERSIDADE DE MARYNLAND – USA.

1980


  • 19 de Dezembro: Foi realizado o I ENCONTRO DE CONFRATERNIZAÇÃO DA FAMÍLIA GALLINDO, no restaurante CANDELÁRIA, em Candeias.

1984


  • Dezembro: Recebe o Certificado MEDALHA COMEMORATIVA dos Vinte e Cinco Anos da Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste – SUDENE.

1985


  • De 21 de Outubro a 19 de Novembro: Participou do TREINAMENTO PARA SERVIDORES PROMOVIDOS EM ASCENSÃO FUNCIONAL, organizado pelo Departamento de Pessoal da SUDENE.
  • Sai UM MORTO COBERTO DE RAZÃO contos Prêmio de ficção da Academia Pernambucana de Letras – Livraria Francisco Alves Editora, Rio de Janeiro.
  • Recebe o Prêmio LEDA CARVALHO, da Academia Pernambucana de Letras (APL), com a Obra: UM MORTO COBERTO DE RAZÃO.

1986


  • É transferido para Brasília e dois anos depois é requisitado pelo Senado Federal, onde fica mais de quatro anos;
  • Tenta soerguer a Casa de Pernambuco, fundada em 1963 pelo Senador José Ermírio de Moraes, consegue terreno, mas não consegue edificar a sede.

1988


  • Sai CONTOS DE PERNAMBUCO antologia, Editora Massangana.

1989


  • Publica em parceria com sua filha Guajassy, LIVRO PARA MINHA IDADE – O MENINO E O PEIXE, Gráfica do Senado / Brasília – DF.

1993


  • Prefaciou a 2ª edição do livro EUCLIDES DA CUNHA – CANUDOS E OUTROS TEMAS.
  • VERBETES: Dicionário Biobibliográfico de Poetas Pernambucanos, Lamartine Morais.

1994


  • 20 de Maio: Recebeu o CERTIFICADO DE MEMBRO da IWA (INTERNATIONAL WRITERS AND ARTISTS ASSOCIATION), de Ohio – USA.
  • Sai QUANTO PESA A ALMA DE UM HOMEM / QUANTO PESA A ALMA DE UMA MULHER – contos – Editora Bagaço – Recife;
  • Apresenta o livro EUCLIDES DA CUNHA – CANUDOS E OUTROS TEMAS, de Euclides da Cunha – publicação do Senado Federal, com repercussão internacional. A exemplo de E.C., tem dezenas de apresentações e prefácios de outros autores;
  • VERBETES: Dicionários de Escritores de Brasília, de Napoleão Valadares.

1995


  • 23 de Maio: Recebeu o Diploma de SÓCIO ACADÊMICO do Instituto Histórico e Geográfico do Distrito Federal, ocupando a cadeira patroneada por FRANCISCO MANOEL BRANDÃO.
  • De 15 a 17 de Novembro: Participou do I CONGRESSO NACIONAL DE ESCRITORES EM PERNAMBUCO, na Categoria de Conferencista, onde fala sobre “O Escritor, a realidade brasileira e a língua vernácula”, contestando a utilização desnecessária de termos de língua inglesa. Com este mesmo tema preparou um projeto de lei – com suas justificativas – para o Senador Júlio Campos, que foi apresentado no Senado Federal, no dia 21-11.
  • Tem seus trabalhos adotados na AEUDF, principalmente a apresentação da obra de Euclides, como “fundamentos da questão da cidadania”; realiza conferências nas Universidades UnB – UPIS e AEUDF – Brasília – DF; USP – São Paulo e UERJ – Rio de Janeiro.
  • Foi um dos conferencistas da 83º Semana Euclidiana. realizada em São José do Rio Pardo – São Paulo;
  • É convidado, por Raimundo Carrero, Presidente da Fundarpe, a participar da coleção 30 anos da Geração 65, publicando mais um livro de poesias. 

1996


  • Janeiro/29, entrega o livro OS MOVIMENTOS – poesias – à Secretaria de Cultura do Estado de Pernambuco – FUNDARPE, para publicação na coleção 30 anos da Geração 65.
  • É citado na tese de Doutorado em Teoria da Literatura pela Professora Célia Coelho Brito, da UFPA, defendida em Araraquara-SP, a 29 de abril.
  • Tem textos adotados no Curso de Doutorado em Teoria da Literatura da UFPE, pelo Prof. Lourival Holanda.

1999


  • Publica o livro 20 POEMAS ESCOLHIDOS por WALDEMAR LOPES.
  • Publica o livro CADEIRA DE DINAH. (Posse na ACADEMIA DE LETRAS DO BRASIL).

2000


  • Publica o livro EM DEFESA DA LÍNGUA PORTUGUESA. (Conferência proferida pelo escritor Cyl Gallindo, dia 17 de Maio de 2000, às 19 horas, na ACADEMIA RECIFENSE DE LETRAS).

2001


  • VERBETES: Euclides da Cunha – Bibliografia Comentada, Adelino Brandão.

2002


  • 26 de Maio: Convidado pelo prefeito Arquimedes Valença para inauguração da BIBLIOTECA MUNICIPAL GRACILIANO RAMOS.
  • Agosto: Como idealizador, inaugura a PINACOTECA da BIBLIOTECA MUNICIPAL GRACILIANO RAMOS.
  • VERBETES: Enciclopédia de Literatura Brasileira, de Afrânio Coutinho.

2003


  • Publica o livro MILAGRE NO JARDIM DA CASA GRANDE.

2004


  • 18 de Novembro: recebeu o título de CIDADÃO DO RECIFE e a MEDALHA JOSÉ MARIANO, concedidos pela Câmara Municipal do Recife, sob proposta do Vereador PAULO DANTAS.

2006


  • Publica o livro DE CÓMO DECUBRÍ QUE NO EXISTO. (Publicado na Argentina, pelo Editorial Francachela), Tradução de JORGE ARIEL MADRAZO.

2007


  • 22 de Novembro: Recebe o Diploma de SÓCIO EFETIVO da Academia de Letras e Artes do Nordeste, ocupando a cadeira 18, que tem como patrono AUGUSTO DOS ANJOS, em cumprimento ao Ato Decisório da Assembleia Geral Ordinária, de 26 de Maio de 2007.
  • Organizou/Publicou em parceria com ANTÔNIO CAMPOS a 1ª edição da “Coleção PANORÂMICA DO CONTO EM PERNAMBUCO”.
  • Publica o livro DE COMO DESCOBRI QUE NÃO EXISTO.

2009


  • 27 de Julho: Foi ELEITO para a cadeira 6 da ACADEMIA PERNAMBUCANA DE LETRAS.
  • 22 de Outubro: Tomou POSSE da cadeira 6 da ACADEMIA PERNAMBUCANA DE LETRAS, que pertencia ao escritor LUIZ PINTO FERREIRA.

2010


  • Organizou/Publicou em parceria com ANTÔNIO CAMPOS a 2ª edição da “Coleção PANORÂMICA DO CONTO EM PERNAMBUCO”.
  • Publica A INTIMIDADE DA PALAVRA (Ensaios sobre Euclides da Cunha, Manuel Bandeira, Graciliano Ramos e Óscar Ribas).

2012


  • Organizou/Publicou o livro BANDEIRA NO TELESCÓPIO DE TRÊS AMIGOS DO RECIFE – Cyl Gallindo, Maria do Carmo Barreto Campello de Melo e Waldemar Lopes. Novo Horizonte, Recife-PE.

2013


  • 04 de Fevereiro: Faleceu em João Pessoa – Paraíba.
  • 05 de Junho: Através do PROJETO Nº 14.993, de autoria do Deputado Claudiano Martins Filho, o Governador de Pernambuco denominou que a unidade Estadual de Ensino Técnico do Município de Buíque, chamar-se-á ESCOLA TÉCNICA ESTADUAL JORNALISTA CYL GALLINDO.

REFERÊNCIAS


  • GALLINDO, Cyl. Os Movimentos. Recife: Governo do Estado de Pernambuco, Secretaria de Cultura – FUNDARPE – CEPE, 1996. 116p.
  • GALLINDO, Cyl. Milagre no Jardim da Casa-Grande – Conto. Recife: Editora B & B – Projetos Culturais, 2003. 20p.
Traduzir »